Clipping Semanal – 04/12

Voltar ao Blog

Clipping Semanal – 04/12

Estamos no fim da primeira semana de dezembro, o último mês do turbulento ano de 2020.

O PIB do terceiro trimestre cresceu 7,7% em relação ao trimestre anterior. Porém, teve 3,9% de queda em comparação ao mesmo trimestre do ano passado.

Neste terceiro trimestre, a indústria cresceu, principalmente no setor alimentício e de higiene pessoal. Alpém disso, a indústria de recursos para o lar, como eletrodomésticos, eletroeletrônicos e móveis teve um crescimento bastante considerável no trimestre em questão.

Segue abaixo, o nosso clipping semanal preparado pela EGA:

1) Governo faz acordo com Norte e Nordeste para votar BR do Mar

Destaques do deputado Marcelo Ramos ao projeto da BR do Mar retiram adicional de frete do granel líquido para Amazonas e demais estados do Norte e Nordeste

O governo federal cedeu às pressões das bancadas do Norte e Nordeste e, dessa maneira, acolheu dois destaques ao projeto de lei 4199/20 sobre navegação de cabotagem, a chamada BR do Mar.

Os destaques, de autoria do deputado Marcelo Ramos, retiram do relatório do deputado João Gurgel (PSL-RJ) o adicional de frete do granel líquido para as duas regiões.

Conforme representantes das regiões Norte e Nordeste, o projeto da BR do Mar precisa manter o incentivo do adicional do frete para granel de líquidos (combustível) em 40%. Da mesma forma, prorrogar o prazo de validade até 2027.

2) Vale investe R$ 4 bilhões para modernizar o Complexo de Tubarão

Em busca de mais eficiência competitiva e também ambiental, o Porto de Tubarão, em Vitória, passará por investimentos importantes para se modernizar e ficar mais tecnológico. A mineradora Vale, controladora do complexo, prevê investir R$ 2,4 bilhões até 2025 apenas na área portuária e R$ 1,6 bilhão no restante dos negócios da companhia no Estado, com a estimativa de gerar cerca de 1,5 mil empregos em cada ano das obras.

A informação foi divulgada pelo gerente de engenharia e projetos de capital do complexo portuário de Tubarão, Renato Gomes Souza, em live promovida pelo Grupo Permanente de Acompanhamento Empresarial do Espírito Santo (GPAEES) no início do mês de outubro.

Segundo a mineradora, serão implementados 197 projetos nos próximos anos, mais da metade deles na área de transporte de minério e de gestão hídrica. Pelo menos um quarto dessas obras já está em andamento, segundo o representante da Vale.

Ao todo, a empresa vai investir R$ 4 bilhões no Complexo de Tubarão sendo que 60% ocorrerá na área portuário. Já 23% serão alocados na pelotização, 17% em intervenções para preservação do meio ambiente e 1% na Estrada de Ferro Vitória a Minas.

3) Mesmo com transição energética, Brasil não pode desperdiçar janela aberta com pré-sal, diz Oddone

A exploração e produção de petróleo e gás vêm sendo cada vez mais pressionadas pela perspectiva da transição energética. No entanto, embora considere a transição um caminho irreversível, o diretor da Enauta, Décio Oddone afirma que a janela de oportunidades que foi aberta com os leilões de petróleo, em 2016, não pode ser desperdiçada. “É importante aproveitar esse avanço todo que houve”, frisou o diretor, durante o Backstage Rio Oil & Gas 2020, promovido pala Epbr, nesta quarta-feira (02).

4) Centauro conclui compra da Nike no país e quer oferecer também serviços

O grupo SBF, controlador da Centauro (CNTO3), rede de lojas de artigos esportivos, concluiu a compra da operação comercial da Nike (NIKE34) no Brasil por R$ 1,032 bilhão. Com o fechamento do negócio, anunciado em fevereiro e que recebeu sinal verde do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no fim do mês passado, o grupo praticamente dobra de tamanho.

De uma receita de um pouco mais de R$ 3 bilhões, vai para cerca de R$ 6 bilhões, e se estrutura para por de pé a estratégia de ser uma empresa de referência no mundo do esporte.

“Quero ser um ecossistema: conhecer não só o que o consumidor compra, mas toda a sua jornada para oferecer produtos e serviços específicos, como personal trainer, indicação de grupos de corrida, por exemplo”, diz Pedro Zemel, presidente do grupo.

5) Nubank lança seguro de vida a partir de R$ 9 por mês que cobre covid-19

O Nubank passou a oferecer nesta terça-feira, 1º, um seguro de vida em seu aplicativo que custa em média a partir de 9 reais por mês (o preço pode ser mais baixo dependendo do perfil do cliente). O novo produto não terá reajuste por idade durante cinco anos e tem cobertura para covid-19.

A cobertura básica inclui morte natural ou acidental e assistência funerária do titular. Além disso, é possível adicionar proteções que podem ser usadas em vida como hospitalização por acidente, invalidez por acidente e assistência funeral para familiares.

6) DP World apresenta o BoxBay

A DP World deu mais um salto em sua missão de revolucionar o pátio de contêineres. A prova de conceito para a joint venture BoxBay começou a testar rack no Jebel Ali Terminal 4 em Dubai.

Até agora, 1500 movimentações de contêineres foram realizadas na instalação automatizada high bay store. Quando o conceito atingir o pleno lançamento industrial, ele entregará mais de três vezes a capacidade de um pátio convencional com melhor desempenho do guindaste. Isso significa que a pegada de um terminal pode ser reduzida em até 70% e os operadores portuários poderão acessar qualquer contêiner individualmente, sem embaralhar o pátio.

7) Com caixa recheado, Seara vai acirrar duelo com BRF

“S” de Sadia ou de Seara? A batalha entre BRF e JBS, que no passado virou até disputa judicial por uma letra do alfabeto, vai esquentar. Lequetreque, o simpático mascote da Sadia, que se cuide.

Num movimento que não nega a vocação expansionista dos irmãos Joesley e Wesley Batista, a Seara está aproveitando o poço de liquidez da JBS – a operação americana é quase um máquina de imprimir dinheiro – para multiplicar a marca.

Sob a liderança de Wesley Filho, prodígio de 29 anos que vem sendo preparado para chegar ao comando global da gigante criada pelo avô, a Seara recebe a maior parcela dos R$ 8 bilhões que serão investidos pela JBS até 2024. Neste momento, há obras de expansão em 12 unidades.

No fim do ano passado, quando a JBS anunciou o pacote bilionário de investimento – um lance incomum para um grupo forjado por aquisições -, o CEO Gilberto Tomazoni tergiversava sempre que era perguntado sobre o destino reservado à Seara.

A tática, é claro, era esconder o jogo enquanto o projeto não ganhava tração. Mas isso também já mudou, o que dá uma noção da capacidade de execução da companhia. Na última teleconferência com analistas, Tomazoni afirmou em alto e bom som o que muitos já especulavam: “Vamos dobrar a Seara de tamanho”.

8) Novembro positivo para exportações argentinas

O subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Herlon Brandão, destacou nesta terça-feira, 1º, que novembro foi o terceiro mês consecutivo de alta nas exportações para a Argentina, com aumento de 28% no mês. Ainda assim, no acumulado do ano, as vendas para o país vizinho ainda têm queda de 14,2%.

9) Fora do maior bloco comercial do mundo, Índia busca África para exportar

Tendo optado por não participar do bloco econômico Parceria Econômica Abrangente Regional (RCEP), que abrange 15 países, a Índia agora está voltada para a África, um mercado onde acredita que pode alavancar sua força geopolítica para impulsionar as exportações.

10) Deputados não chegam a acordo sobre BR do Mar e encerram votações

Por falta de acordo para votação, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), retirou de pauta o projeto de incentivo à navegação de cabotagem (PL 4199/20) e encerrou a Ordem do Dia desta quarta-feira (2).

O Plenário havia começado a analisar o projeto. No entanto, em conversa com o relator, deputado Gurgel (PSL-RJ), e outros líderes, Maia constatou que o texto não teria acordo para ser votado. Ele pediu que os partidos negociem os pontos de discordância para que o texto retorne à pauta na próxima semana.

“Para que a gente não vote uma matéria complexa de forma desorganizada, é importante ajustar o texto, para que na segunda-feira à tarde a gente possa começar o processo de votação com o menor número de destaques”, disse Maia, ressaltando que já foram apresentados quase 20 tentativas de mudar o texto.

Semana que vem, mais notícias que achamos relevantes para vocês leitores. Aproveitem e deixem o seu comentário aqui abaixo.

OBRIGADO E UM ÓTIMO FIM DE SEMANA!

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Blog