Clipping Semanal – 29/10

Voltar ao Blog

Clipping Semanal – 29/10

Estamos na última semana de Outubro e a semana têm sido um pouco negativa em relação ao mercado. Ontem (28) o presidente Jair Bolsonaro decretou que autorizava os estudos sobre a participação privada no Sistema Único de Saúde (SUS). A ideia era que pacientes do sistema público pudessem ser atendidos por hospitais particulares em locais onde postos de saúde não conseguem atender a demanda. Porém, hoje, o presidente bastante criticado revogou o decreto.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, supostamente chamou o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de ‘Nhonho’, no Twitter. O acontecimento seria uma resposta a uma publicação de Maia do fim de semana, em que ele diz que Salles destruiu o meio ambiente e que agora tenta destruir o próprio governo. Na manhã desta quinta-feira (29), no entanto, Salles fez novo post e disse que sua conta foi utilizada indevidamente.

Em meio à segunda onda de novo coronavírus na Europa, França e Alemanha anunciaram lockdown para evitar o colapso dos hospitais. Bares e restaurantes serão fechados e apenas escolas podem funcionar.

As ações despencaram nesta semana. A Ibovespa volta a fechar pregão abaixo dos 100 mil pontos. A bolsa paulista ampliava nesta quinta-feira as perdas da semana e ameaçava a recuperação de outubro, dado o cenário externo ainda avesso a risco por causa do avanço do coronavírus, com agentes financeiros também repercutindo uma bateria de resultados corporativos.

A EGA reuniu as principais noticias e reunimos em nosso clipping semanal para vocês:

1) Ibovespa recua com exterior ainda negativo e receio de novo “março de 2020”

A bolsa paulista ampliava nesta quinta-feira as perdas da semana e ameaçava a recuperação de outubro, dado o cenário externo ainda avesso a risco por causa do avanço do coronavírus, com agentes financeiros também repercutindo uma bateria de resultados corporativos.

Às 10:59, o Ibovespa caía 0,75%, a 94.654,95 pontos. Na mínima, chegou a 93.386,55 pontos. O volume financeiro nesta quinta-feira era de 6,1 bilhões de reais.

Na véspera, o Ibovespa fechou em queda de 4,22%, a 95.399,45 pontos, a maior perda diária percentual desde abril, em meio a temores de que o crescimento de casos de Covid-19 no mundo resulte em novos “lockdowns”, e, assim, complique a recuperação das economias.

Até a quarta-feira, o índice acumulava alta de 0,81% em outubro, agora passou mostrar variação positiva de 0,05%.

2) Exigência de certificação para descomissionamento abre espaço para estaleiros nacionais

As exigências da Organização Marítima Internacional (IMO) e do regulamento europeu (SRR — Ship Recycling Regulation) preveem que navios só podem ser enviados para reciclagem em instalações certificadas. O regulamento, editado em 2013 e em vigor efetivamente a partir de 2018, foi baseado na convenção de Hong Kong, com inclusão de requisitos adicionais de segurança e meio ambiente. O coordenador do comitê técnico de descomissionamento de plataformas e desmonte de navios da Sociedade Brasileira de Engenharia Naval (Sobena), Ronald Carreteiro, considera que os 42 estaleiros hoje certificados não dão conta de mais que 50% da capacidade mundial de desmantelamento, o que abre espaço para atuação de estaleiros brasileiros.

3) Nova meta climática do Brasil terá impacto no acordo UEMercosul”

A agenda global climática e a comercial estão cada vez mais próximas. O sinal que o Brasil fizer ao divulgar sua nova meta no Acordo de Paris pode repercutir nos avanços em torno da ratificação do acordo União Europeia-Mercosul. “Não é só a comunidade ambiental que têm que se preocupar com isso”, recomenda Yvon Slingenberg, diretora de Ação Climática da Comissão Europeia, o braço executivo da União Europeia.

A advogada holandesa atuou nas negociações climáticas internacionais, tornou-se especialista no sistema europeu de comércio de emissões de carbono e também em políticas de adaptação e resiliência à mudança do clima do bloco. Hoje Yvon ajuda a estruturar a transição do continente para a descarbonização até 2050, o “Green Deal” europeu. O esforço é simultâneo à retomada da economia. “Qualquer ação que tomarmos agora para sair da pandemia terá que apoiar a transição verde.”

4) BR Distribuidora terá ganho de R$ 874 mi, após exclusão de ICMS do PIS/Cofins

A BR Distribuidora informou, em comunicado divulgado na noite desta quarta-feira (28), que obteve decisão definitiva para a exclusão de R$ 1,4 bilhão de ICMS de base de PIS/Cofins. O ganho no valor total de R$ 874,6 milhões será refletido nas demonstrações financeiras do quarto trimestre de 2020, sendo R$ 647,4 milhões como outras receitas e R$ 227,2 milhões de atualização monetária como receita financeira.

5) Dólar volta a subir contra real apesar de alívio momentâneo de dados dos EUA; mercado digere Copom

O dólar voltava a engatar alta contra o real na manhã desta quinta-feira, mesmo depois que dados norte-americanos melhores do que o esperado ajudaram a ofuscar momentaneamente temores em relação à disseminação global da Covid-19 e às eleições nos Estados Unidos.

Enquanto isso, no Brasil, os investidores digeriam a manutenção da taxa Selic em sua mínima histórica de 2% ao ano, bem como as sinalizações do comunicado de política monetária do Copom, divulgado na véspera.

Às 10:44, o dólar avançava 0,34%, a 5,7829 reais na venda. A divisa chegou a tocar a marca de 5,7916 reais na máxima da sessão.

6) Sulnorte afreta dois rebocadores para atender mercado da região Norte do país

A empresa Sulnorte afretou na modalidade a tempo, dois rebocadores construídos no Brasil, e que já operavam também no país, para atender o mercado da região Norte. Ambos foram contratados por longo prazo e seguirão a demanda de negócios da empresa, bem como os planos de novas construções. Com essas duas aquisições, a Sulnorte passa a operar com uma frota de 22 rebocadores.

De acordo com a empresa, o mercado de uma maneira geral já demandava uma presença mais robusta da Sulnorte naquela região, onde atua desde 2018. Assim, o incremento da frota com os dois rebocadores irá propiciar a expansão imediata para o complexo portuário de Barcarena/Vila do Conde, atendendo a uma necessidade do local e também dos clientes.

7) Eduardo Nery é nomeado diretor-geral da Antaq

O presidente Jair Bolsonaro nomeou Eduardo Nery Machado filho para exercer o cargo de diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Nery ocupará a vaga decorrente do término do mandato de Mário Povia encerrado em fevereiro deste ano. Desde então, o diretor Franviscal Mendes está como diretor-geral substituto. O mandato do novo diretor-geral se encerra em 18 de fevereiro de 2025. O decreto com a nomeação foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (29).

Eduardo Nery é engenheiro civil, com pós-graduação em Auditoria de Obras e em Orçamento Público. Há 20 anos, ele faz parte dos quadros do Tribunal de Contas da União (TCU), sendo 12 na área de infraestrutura, cinco deles atuando como secretário de fiscalização. Desde 2014, ocupa cargo de chefe da assessoria de ministros do TCU, onde atuou na revisão técnica em processos de desestatização do setor de infraestrutura.

8) Bradesco vê aumento de calotes em 2021

O Bradesco voltou a adotar postura conservadora diante das incertezas sobre a evolução da crise. O segundo banco privado do país fez, no terceiro trimestre, mais um reforço em suas provisões contra perdas no crédito, apontando um “cenário de aumento da inadimplência em 2021”. A nova rodada de provisões foi de R$ 2,6 bilhões – inferior ao patamar do primeiro e do segundo trimestres, quando foram constituídos, respectivamente, R$ 2,7 bilhões e R$ 3,8 bilhões. Ainda assim, contribuiu para elevar o índice de cobertura para 398,2%, o maior da história do Bradesco. O indicador mede a relação entre as reservas contra devedores duvidosos e o saldo da carteira com atraso superior a 90 dias.

9) E-commerce sustenta transporte de cargas

A pandemia mudou o perfil das operações de logística no país, avaliam os empresários do setor. Enquanto algumas empresas sofreram muito durante o início da crise, como as do setor automotivo, de autopeças, linha branca e eletroeletrônicos, as vendas do comércio eletrônico, no primeiro semestre, por exemplo, chegaram a registrar um crescimento de 145%. Mas os protagonistas do cenário de logística, este ano, no Brasil, são mesmo as áreas de negócio da saúde humana, saúde animal, higienização e alimentos.

Consideradas atividades essenciais para a população, essas empresas não interromperam suas operações e mantiveram o transporte de suas encomendas durante a pandemia. “Tivemos que fazer as adaptações necessárias, migrar estruturas e equipes de operações com menos demanda para aquelas mais aquecidas, como as de saúde e e-commerce”, conta Fábio Miquelin, diretor de transportes da DHL Suply Chain, empresa do Grupo Deutsche Post DHL, da Alemanha.

10) Exportações de frutas resistem à pandemia

As exportações de frutas em geral do país até agora resistiram aos reflexos negativos da pandemia do novo coronavírus sobre a demanda de alguns países e se mantiveram firmes de janeiro a setembro deste ano, com destaque para a consolidação da liderança da manga e as altas das receitas das vendas de limão e uva. De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) compilados pela Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (Abrafrutas), os embarques do segmento alcançaram 629,8 mil toneladas no período, 6% mais que nos primeiros nove meses de 2019.

Por hoje é isso, gente.

Deixe o seu comentário aqui em nossa página: Qual sua perspectiva para novembro?

Obrigado e boa semana a todos!!!

Compartilhar este post

Comentários (2)

  • Avatar
    Robson Reply

    Show de bola!!!
    Obrigado pelas atualizações.

    Seria uma ótima iniciativa do governo essa parceria público privada… Infelizmente não avançou.

    29 de outubro de 2020 at 14:15
  • Avatar
    Tatiane Reply

    Muito bom encontrar todas as novidades em um só lugar. Estou adorando o conteúdo de vocês!

    29 de outubro de 2020 at 16:15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao Blog